A inovação pelo design thinking no desenvolvimento do turismo

Eventos, Institucional

Curso do Fórum de Executivos do Turismo divulga o conceito como método para implantar uma cultura de inovação em vários segmentos do Destino Iguassu

A inovação é um conceito que atualmente está em todos os círculos de discussão na sociedade. Mas como tornar a inovação um processo aplicável? Ou seja, como ter uma ideia, trazê-la para o mundo real e gerar resultado com ela? Os participantes do Fórum de Executivos de Turismo do Iguassu aprenderam a praticar esse exercício no curso “Inovação e Design Thinking”, com o professor da ESPM e pesquisador na área de criatividade, Caio Bianchi. 

A aula conduzida por ele no dia 29 de maio foi baseada na premissa de que turismo é experiência e um destino como Foz do Iguaçu precisa sempre inovar para atrair e encantar seus visitantes. “Inovar em serviços significa treinar e capacitar as pessoas que estão numa ponta e entender as necessidades das pessoas que estão em outra”, resumiu.

O conceito de design thinking teve sua origem na Universidade de Stanford, na década de 60. Com essa metodologia, os profissionais, gestores e empresários foram divididos em vários grupos, dentro de suas áreas de atuação como hotelaria, entretenimento, comércio, logística e gastronomia. A tarefa deles foi identificar problemas e propor soluções. O professor provocou o público a refletir a respeito de quais são as ações que podem ser desenvolvidas, mesmo que sejam pequenas iniciativas, mas que podem contribuir para tornar a experiência do turista que visita o Destino Iguassu ainda melhor.

Participantes foram divididos em vários grupos

Todos contribuíram e a criatividade dos participantes serviu para eles perceberam a importância de mudar e fazer diferente. “A experiência foi excelente. O curso da ESPM veio para nos tirar da zona de conforto”, observou Celso Barros, que faz parte do Conselho de Administração do Hotel Continental Inn. O gerente comercial do Hotel Bella Italia, Sidclei de Moura, aprendeu que inovação e o design thinking podem trazer soluções de situações vividas pelos turistas no dia a dia. “Estava procurando um curso sobre o assunto e o melhor de tudo é que ele foi realizado em Foz, assim não precisei ir para São Paulo ou Curitiba”, contou.

Em um cenário de transformação econômica, a inovação rompe com modelos e negócios tradicionais

O terceiro curso do Fórum de Executivos de Turismo do Iguassu em 2019 também chamou a atenção de Everton Piovesan que acaba de assumir a área de relações públicas do Grupo Capitão. “Serviu como um treinamento para a equipe e foi muito positivo. Ainda tem mais cursos pela frente este ano e quero participar de todos”, garantiu. O próximo será no dia 07 de agosto com o tema Neurociência Aplicada: desvendando os mistérios do cérebro do consumidor”. Todos eles são organizados pelo Visit Iguassu e têm a assinatura da ESPM, instituição referência no país nas áreas de Comunicação, Marketing e Gestão.